Falta de local para realização pode determinar cancelamento da Expoagro, em Guaxupé, MG

13.05.2022

Última edição da festa, uma das mais famosas da região, aconteceu em 2019.

A Expoagro, uma das feiras mais tradicionais da região, pode não acontecer. Segundo o Sindicato Rural de Guaxupé (MG), falta local para a realização do evento. A informação foi confirmada pela organização do evento.

Nas redes sociais, a organização da Expoagro vem divulgando desde novembro do ano passado a data da festa, de 1º a 10 de julho deste ano. Até alguns grandes nomes do sertanejo aparecem como atrações confirmadas, como Jorge e Mateus, Zé Neto e Cristiano e Maiara e Maraísa.

A última edição da Expoagro aconteceu em 2019. Nos dois anos seguintes, a festa não pôde ser realizada por causa da pandemia. Agora em 2022, havia a expectativa para o retorno do evento. Porém, mesmo com algumas atrações já anunciadas, a festa não deverá ser realizada.

Por telefone, o presidente do Sindicato Rural que organiza a festa informou a reportagem do g1 que o motivo para esse possível cancelamento é a falta de um local adequado.

A festa era feita no Parque de Exposições, que tem cerca de 60 mil metros quadrados. A área é do município. No local, a prefeitura deve construir um pronto-socorro e uma policlínica, a Secretaria de Obras, incluindo uma usina de asfalto e um conjunto de prédios residenciais do Programa "Casa Verde e Amarela". No local já é possível ver algumas obras.

A gerente de um hotel, inaugurado em novembro do ano passado, afirma que havia a expectativa de receber muitos hóspedes durante o evento, que chegava a reunir milhares de pessoas.

"O comércio, restaurantes e casas noturnas, os shows, traziam pessoas do Brasil inteiro para a cidade, então era uma expectativa bem grande que a gente estava fomentando ao redor dessa data que infelizmente agora desmarcou", disse a gerente de hotel Andreia Gonçalves de Oliveira.

A não realização da festa afeta vários outros setores, como uma empresa especializada na fabricação de botas. Depois de 2 anos de vendas ruins por causa da pandemia, o empresário aposta no retorno de festas agropecuárias, como a Expoagro, para a retomada do setor.

"Nós ficamos 2 anos praticamente sem nada, o nosso segmento é ligado diretamente às festas agropecuárias, todas as festas voltadas para o agronegócio e para nós era uma expectativa que nós tínhamos da realização e a não realização traz esses efeitos negativos para nós", disse o empresário José Aparecido Oliveira.

Foto: Divulgação

Compartilhar

Fonte - Reprodução g1 Sul de Minas

Solicitar Musica

UF

MG

  • AC

  • AL

  • AP

  • AM

  • BA

  • CE

  • DF

  • ES

  • GO

  • MA

  • MT

  • MS

  • MG

  • PA

  • PB

  • PR

  • PE

  • PI

  • RJ

  • RN

  • RS

  • RO

  • RR

  • SC

  • SP

  • SE

  • TO